1. Home
  2. Maltadas
  3. Rauchbier
Ordenar por:
  • Amargor
  • Armazenagem
  • Cervejaria
  • Copo
  • Estilo
  • Temperatura
  • Teor Alcoólico
  • Categoria
  • Marcas
  • Faixas de Preço


Você já ouviu falar em Cerveja Rauchbier, “cerveja de bacon” ou então cervejas defumada?

Rauchbier é um estilo de cerveja lager, que faz uso de malte defumado na sua composição.

Em geral, as cervejas desse estilo possuem coloração âmbar e, além das características inerentes ao defumado (notas de madeira, bacon, linguiça defumada), também possuem sabor de malte tostado e cereais – tanto no aroma quanto no paladar.

O amargor, de modo geral, é contido e serve basicamente para equilibrar a cerveja e evitar que ela fique enjoativa.

Hoje em dia, as cervejas rauchbier não são tão fáceis de serem encontradas pelo grande público. No entanto, saiba que antes da revolução industrial mudar como os ingredientes crus de uma cerveja eram processados, quase todas as cervejas eram sutilmente defumadas.

Isso porque o malte de cevada era basicamente ressecado em fogueiras e inevitavelmente pegava o tal “gosto de fumaça”.

Hoje em dia, as produtoras e fornecedoras de malte possuem muito mais controle e tecnologia. A cevada é aquecida de forma indireta e, com isso, a grande maioria das cervejas atuais não possuem mais essa característica sensorial.

Assim, a cerveja rauchbier acabou se tornando um “sabor de nicho” e geralmente causa certa estranheza para quem está acostumado com as cervejas de massa, ou até mesmo artesanais de outros estilos.

Entretanto, é realmente algo que vale a pena explorar se você busca algo novo e não se limita a ficar bebendo sempre a mesma coisa – essa cutucada serve tanto para bebedores de american lagers, como de IPAs!

Passada essa introdução, vamos entender um pouco mais sobre a cerveja artesanal defumada.



German Rauchbier Tradicional

A Alemanha é o berço das cervejas defumadas, e Bamberg é a capital do clássico estilo denominado Rauchbier.

O nome “rauchbier” em tradução literal seria algo como “cerveja de fumaça”. Faz sentido, não é?

Enquanto na Alemanha a cervejaria mais famosa a seguir a tradição do estilo é a – difícil de pronunciar – Schlenkerla, no Brasil, algumas cervejarias tradicionais como a Bamberg e a Bierbaum também possuem exemplares desse clássico estilo.

Outras cervejas defumadas:

Com a inesgotável criatividade dos mestres cervejeiros ao redor do mundo, hoje podemos encontrar diferentes estilos com características defumadas.

Na Bélgica, por exemplo, a cervejaria Dupont produz uma Saison com maltes defumados: a cerveja Triomfbier Vooruit.

Já aqui no Brasil, a ZalaZ - em 2020 - estreou a série Brumas, que também traz diferentes estilos com maltes defumados. Só naquele ano foram lançadas uma California Common e uma Imperial Porter com maltes defumados. 



Para a parte de harmonização, consultei a Sommelier de Cervejas Larissa Acosta (a Lari).

Ela me disse que a melhor maneira de harmonizar Rauchbiers é valendo-se da técnica de harmonização por semelhança.

Ou seja, pratos com bacon, ou com ingredientes defumados são perfeitos para um casamento de sabores entre comida e bebida.

Recomendo um joelho de porco (eisbein) clássico com salada de batatas.

No entanto, sei que joelho de porco é um prato que você provavelmente não vai fazer em casa, tô certo?

Então, a sugestão “vida real” é uma batata frita, coberta com queijo e bacon fritinho. Essa dá para fazer e fica INCREIBLE.



Existem inúmeros tipos de taças e copos de cervejas e cada um tem suas particularidades e serve para um determinado estilo de cerveja.

Para te ajudar a escolher o copo ou taça certa e tornar a sua degustação completa, fizemos um guia com as principais variações de copos para você. Chega mais!



American Pint/Shaker/Caldereta

O American Pint Glass (também conhecido como Shaker) é um copo simples e utilitário, muito usado em bares americanos . Seu design não exalta nem esconde as características de nenhum estilo de cerveja em particular. No Brasil, podemos dizer que o caldereta é a nossa versão do Shaker – porém, com menos capacidade em ml. É um copo curinga, que pode ser usado para qualquer estilo de cerveja.

Pint

Pint, na verdade, é uma medida, que corresponde a 473ml. É também um copo de cerveja versátil, que possui algumas variações: Becker ou Willybecher (versão alemã), Nonic (versão inglesa) e Tulip Pint (versão irlandesa).

É ideal para: stout e suas variações, lagers de diversos tipos, IPA e suas variações, porter e suas variações, brown ale e Scotch ale.

Tumbler

O Tumbler também é um copo robusto, com paredes grossas de vidro, que ajudam a evitar que o calor das mãos passe para a bebida. É bastante usado para o serviço de Witbier, a cerveja de trigo belga, e normalmente possui capacidade de 410ml.

É ideal para: Witbier.
 
Pilsner

Erroneamente conhecido como tulipa no Brasil, o Pilsner Glass é um copo estreito e comprido, com a boca um pouco mais larga que o corpo. 

O formato ajuda contemplar a beleza visual de Pilsners e outras cervejas claras e translúcidas, tornando visível todo o caminho percorrido pelas bolhinhas que descolam do fundo até a superfície. Esse copo ajuda a manter o creme da cerveja por mais tempo, preservando seus aromas.

É ideal para: Pilsner, bock, helles bock, maibock, Vienna lager, blonde ale, California common, witbier, cream ale.

IPA Glass

Um modelo icônico, muito famoso entres os apaixonados por cervejas lupuladas. Os sulcos formados pela ondulação da sua base contribuem para liberar os aromas da cerveja a cada gole. 

O copo se alarga no meio e volta a afinar levemente na boca. Esse formato ajuda a concentrar os aromas da cerveja.

Ideal para: todos os tipos de IPAs e suas variações.

Weizen

Um dos copos mais curiosos, fato que em geral se deve ao seu tamanho a princípio exagerado. 

O Weizen Glass foi desenvolvido para o serviço de cervejas à base de trigo, que mantém as leveduras na garrafa após o envase. 

Essas cervejas devem ser servidas de uma vez, isto é, todo o conteúdo deve ser despejado no copo, pois as leveduras precipitam e se concentram no fundo da garrafa. 

Para que a cerveja seja apreciada de forma correta, tanto o conteúdo do fundo, contendo as leveduras, quanto o restante da garrafa devem estar no copo.

Por isso, o Weizen é um copo grande, pois deve ter tamanho o suficiente para acomodar todo o conteúdo da garrafa de uma vez.

Ideal para: Wheat ale, hefeweizen, dunkelweizen, weizenbock, kristalweizen.

Stange

O Stange – que em Alemão significa “bastão” – é um copo cilíndrico, alto e estreito. Funciona como uma taça de champagne e por isso é usado para o serviço de cervejas mais delicadas. Seu formato ajuda a concentrar e ampliar as nuances de maltes e lúpulos.

Ideal para: kölsch, bocks, lambics, gose, Czech pilsners, rye beer, altbier.

Canecas de Cerveja

Um clássico dos pubs, as canecas são copos robustos, pesados e mais grosseiros. Têm um pegador lateral, que previne a transferência de calor das mãos para a cerveja. Costumam ter boa capacidade em ml – algumas chegam a comportar 1 litro de cerveja! Os formatos das canecas costumam variar de país para país.

Ideal para: estilos clássicos ingleses, alemães, irlandeses e americanos.



Tulipa

Como mencionado acima, tulipa não é aquele copo usado para servir qualquer cerveja do tipo standard que vemos em bares não especializados por aí. 

Pelo contrário: tulipa é um copo tradicional belga, país onde o serviço correto de cervejas é levado MUITO a sério. De corpo arredondado, sustentado por uma haste curta e um pé circular, seguido por uma curvatura côncava até a boca, lembrando o formato de uma flor tulipa (dã!). 

Foi desenhado para exaltar os aromas e sabores dos estilos clássicos belgas, mas também funciona muito bem para outras estilos maltados e lupulados. A haste ajuda na hora de movimentar o copo em círculos para que os aromas se desprendam do líquido e se tornem mais evidentes, fazendo com que a degustação seja ainda mais completa.

É ideal para: Belgian Dark Ale, Belgian IPA, Belgian Pale Ale, Belgian Strong Dark Ale, Belgian Strong Golden Ale, Bière de Garde, Flanders Oud Bruin,
Flanders Red Ale, Gueuze, Lambic, Quadrupel, Saison Ale, Scotch Ale, Wee Heavy, American Double IPA e American Wild Ale.

Thistle

Mais um copo inspirado numa flor! O Thistle é a versão escocesa do Tulipa, criado em homenagem à flor de mesmo nome, queridinha dos escoceses. A parte inferior é arredondada, seguida por um longo pescoço mais estreito, que se abre na boca do copo. É sustentado por uma haste curta e um pé circular.

Ideal para: estilos típicos escoceses, como Scotch ale e wee heavy.

Cálice e Globlet

O mais elegante dos copos, os cálices ou Globets são verdadeiras peças de decoração. 

Alguns chegam a ter detalhes em ouro ou prata e verdadeiras esculturas decorando as hastes. O formato lembra uma tigela, com a boca bem larga, permitindo goles generosos. 

Os cálices possuem o mesmo formato dos Globets, porém esses têm as paredes mais espessas. A boca desses copos foi projetada para manter uma espuma de 2cm.

Ideal para: Belgian IPA, Belgian Strong Dark Ale, Berliner Weisse, Dubbel, Tripel e Quadrupel.

Snifter

Um copo usado para servir conhaque e whiskey, o Snifter faz um bom trabalho ao capturar os aromas de cervejas mais fortes e complexas. Seu formato de base arredondada e boca estreita permite movimentar o líquido em seu interior, para liberar os aromas da bebida.

Ideal para: estilos mais intensos, como barleywine, belgian dark strong ale, eisbock, russian imperial stout, quadrupel e cervejas envelhecidas e de guarda.

Taça de Cerveja Teku

A taça Teku foi desenvolvida na Itália por um especialista em análise sensorial. De aparência elegante, ela foi criada para acomodar e exaltar qualquer estilo de cerveja. Por isso, uma cerveja extrema pode se tornar ainda mais intensa quando servida numa taça Teku. É geralmente o copo utilizado nos concursos de beer sommelier.

Ideal para: todos os estilos de cervejas.





 
Abrir Filtro
adicionado com sucesso